CRAVINA

O vento do momento, assim Como solara, soa lento, e Invade violento desatento Pensamento, mais cinzento Que tal bosque turbulento Ó lindo relento, tu és em Argumento, dócil opulento Sustento, um vero orvalho De talento, lá acrescento Ao belo rebento do floral Um sentimento sedento, de Benevolente dedicação lhe Apresento. Vero fragmento Sadio, vago de…