DORMINDO

Eu fecho meus olhos e eu vejo os seus olhando para mim,
Sinto seu cheiro ao meu redor como o ar que respiro,
Sinto seu rosto colado ao meu quando me deito,
Prestes a adormecer, sinto seus beijos.

A memória da sua pele macia
E dos seus lábios carnudos
me conforta.

Eu quero sempre estar à sua porta
Te esperando vir para mim
E ser só minha.

Me abrace forte a noite inteira,
Então eu sei que nunca me abandonará.

(Julho de 2020)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s